Publicidades

09/02/2014 | 21:46 | Esporte

Com gols de Fabrício e Barcos, Grêmio e Inter empatam em 1 a 1 na Arena

Time colorado abriu o placar no final do primeiro tempo, mas Barcos empatou de pênalti

Gre-Nal foi movimentado na Arena (Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS)


Com gols de Fabrício para o Inter e de Barcos para o Grêmio, o Gre-Nal 399 acabou empatado em 1 a 1. O clássico, válido pela 7ª rodada do Gauchão, teve o mesmo placar do primeiro Gre-Nal da Arena no ano passado. Na quinta-feira, o Grêmio estreará na Libertadores diante do Nacional, em Montevidéu. Já o Inter retomará o Gauchão no sábado, contra o Caxias, possivelmente no Beira-Rio.


Com uma blitze que durou quase seis minutos, o Grêmio começou o clássico sufocando o Inter. Erros de passes e até de cobrança de lateral significavam um cerco à área de Muriel. Luan foi o primeiro a arriscar um chute, à direita. O Inter precisou do sexto minuto de jogo para concatenar um lance ofensivo. Apesar da forte marcação, Jorge Henrique bateu fraco, com fácil defesa de Marcelo Grohe. Aos nove, Pará dividiu com Fabrício e foi puxado dentro da área. Leandro Vuaden não marcou pênalti. Na sequência, Aránguiz, em jogada individual, obrigou Grohe a uma defesa pouco mais complicada.


Com energia de quem parecia estar estreando na Libertadores, o Grêmio voltou à carga. Em cobrança de falta, Zé Roberto bateu cruzado, a zaga do Inter ficou olhando e Barcos não alcançou. Não demorou para que o Grêmio voltasse a pressionar. Barcos, a dribles, tirou Juan e Paulão da jogada e, cara a cara com Muriel, chutou em cima do colorado.


Aos 20 minutos, Vuaden promoveu a primeira parada técnica, a fim de aplacar os 30º C que já eram sentidos pelos jogadores. O ritmo eletrizante dos primeiros movimentos já havia arrefecido. A interrupção fez bem ao Inter, que conseguiu se estabilizar em campo e até voltar ao ataque. Aos 33, o lance do primeiro tempo: Edinho acertou um chutaço da intermediária e Muriel fez uma grande defesa, quase no ângulo.


Aos 39, em cobrança de escanteio, Rafael Moura desviou de cabeça e Paulão por pouco não marcou, em um segundo lance. Ainda na mesma jogada, D'Alessandro recebeu falta na lateral. Cobrou direto para fora, na tentativa de surpreender Grohe. Aos 44, Willians avançou e passou para Jorge Henrique que, marcado por Pará permitiu que a bola passasse (por e pelo lateral do Grêmio) e sobrasse nos pés de Fabrício, que avançou às costas de Luan e bateu na saída de Grohe, sem chances para o goleiro do Grêmio.


- Acreditei no passe do Willians, que poderia passar (por Jorge Henrique e por Pará). Toamos um sufoco no começo, que não podemos mais tomar - disse Fabrício, no intervalo.


- Nós temos que acompanhar os caras. O lateral nosso tem que ficar esperto - advertiu Rhodolfo.


No segundo tempo, logo no primeiro minuto, Rafael Moura desviou de cabeça e Grohe fez grande defesa. O Grêmio voltou do vestiário com a orientação de adiantar a marcação, a fim de evitar novas chegadas do time de Abel Braga. Apesar da orientação de Enderson Moreira, foi o Inter quem voltou melhor na segunda etapa, enquanto o Grêmio buscava os contra-ataques. Aránguiz bateu de fora da área e Grohe defendeu. Em seguida, Ramiro arriscou de longe para a defesa de Muriel.


Aos 14, Enderson sacou Luan e Ramiro e mandou Maxi Rodríguez e Jean Deretti a campo. Enquanto o Inter tentava cadenciar as ações, o Grêmio tinha pressa. Deretti, em um de seus primeiros lances, entrou e dribles na área colorada e só foi parado por Rafael Moura, que jogou a bola a escanteio.


Aos 34, em uma confusão na área, a bola tocou no braço de Paulão e Leandro Vuaden anotou o pênalti. Barcos cobrou e empatou o clássico 399. O Gre-Nal foi reenergizado, com os dois times buscando o gol da vitória. Abel lançou Alan lançou Alan Patrick no lugar e Alex a fim de tentar dar nova força ao ataque. D'Alessandro, aos 42, obrigou Grohe - que jogava havia alguns minutos com dores no tornozelo - a uma nova boa defesa. Ao final, o 1 a 1 fez jus ao primeiro clássico da temporada.


Gauchão — 7ª rodada — 9/5/2014


GRÊMIO


Marcelo Grohe; Pará, Rhodolfo, Werley, Wendell; Edinho, Riveros, Ramiro (Jean Deretti, 14'/2º), Zé Roberto (Alán Ruiz, 43'/2º); Luan (Maxi Rodríguez, 14'/2º), Barcos


Técnico: Enderson Moreira


INTER


Muriel; Gilberto, Paulão, Juan, Fabrício; Willians, Aránguiz, Alex (Alan Patrick, 40'/2º); D'Alessandro, Jorge Henrique (Otávio, 23'/2º); Rafael Moura (Wellington Paulista, 43'/2º)


Técnico: Abel Braga


Gols: Fabrício (I), aos 44min do 1º tempo; Barcos (G), aos 34min do 2º tempo.


Cartões amarelos: Luan, Ramiro (G); Gilberto, Fabrício, Paulão, D'Alessandro, Rafael Moura (I).


Público: 24.572 (22.888 pagantes)


Arbitragem: Leandro Vuaden, auxiliado por José Javel Silveira e Rafael da Silva Alves.


Local: Arena do Grêmio.  


Próximo jogo


Grêmio


Libertadores


Quinta-feira, 13/2/2014


22h15min


Nacional-URU x Grêmio


Estádio Parque Central, em Montevidéu


Próximo jogo


Inter


Gauchão


Sábado, 15/2/2014


21h


Inter x Caxias


Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre

Fonte: Zero Hora

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer