Publicidades

06/02/2014 | 05:17 | Educação | Três de Maio

Acadêmica da SETREM relata sua experiência no Pará

Ana Paula Danzer participou da Ação Cívico-Social (ACiSo) e da Assistência Hospitalar (ASSHOP), iniciativas coordenadas pela Marinha do Brasil

Ana Paula Danzer representou a SETREM na ACiSO e ASSHOP (Foto: Setrem/Divulgação)


A acadêmica do curso de Enfermagem da Sociedade Educacional Três de Maio (SETREM), Ana Paula Danzer, retornou nesta semana do Pará, onde integrou a equipe da Ação Cívico-Social (ACiSo) e da Assistência Hospitalar (ASSHOP), iniciativas coordenadas pela Marinha do Brasil que fazem parte do Projeto Rondon. Ela saiu dia 17 de janeiro de Três de Maio com destino a Belém - PA, cidade em que se juntou à equipe, formada por cerca de 200 pessoas entre militares e estudantes, que partiram rumo à Breves - PA, local em que a embarcação ficou atracada.


"De lá, em grupos menores, partíamos em pequenas embarcações para as comunidades ribeirinhas, até localidades como Portel, São Sebastião da Boa Vista e diversas outras. Um detalhe que chamou minha atenção é que na primeira comunidade nos deparamos com apenas 13 famílias, mas com nenhuma delas formada por menos de 12 pessoas. Isso se manteve por toda nossa ação no Pará", destaca Ana Paula. A acadêmica conta que encontrou um cenário muito diferente do vivenciado por ela no Sul do país, pois o saneamento básico era inexistente e havia pouca infraestrutura para saúde e educação.


A atuação nas comunidades     


Ana Paula destaca que, apesar de a vida ser difícil para os moradores das comunidades visitadas, todos demonstraram muita humildade e um grande espírito de partilha. "A receptividade surpreendeu positivamente. Chegávamos, montávamos a sala da odontologia e fazíamos o acolhimento, que consistia em uma entrevista para saber como era a vida deles e qual a queixa principal quanto à saúde. Após, encaminhávamos ao dentista ou ao médico", explica. A atividade envolvia também recreação para as crianças, palestras, distribuição de folders e diversos outros materiais, tudo levado pelos estudantes. A medicação necessária foi disponibilizada pela Marinha.


Lição de vida


"A gente reclama tanto de nossa vida, sem dar valor às pequenas coisas. Lá a humildade domina, as pessoas são incrivelmente simples e colaboram umas com às outras. Não existe o individualismo exagerado. Volto de lá com ainda mais certeza de que humildade é algo extremamente maravilhoso nas pessoas", conta Ana Paula. A acadêmica até mesmo pensa em retornar ao Pará e atuar profissionalmente junto às comunidades. "São cidades pobres, sem infraestrutura, com esgoto dos lados das casa, mas é um lugar muito importante para realizar ações, pois em cada morador há o reconhecimento pelo pouco que conseguimos fazer por eles", ressalta a estudante de Enfermagem da SETREM.


Sobre a experiência no Pará, ela complementa: "Tive muito medo de ir, pois nunca havia participado de nada parecido. A expectativa foi grande, pois era também a primeira vez que a SETREM participava do Rondon. Após a viagem, recomendo aos demais acadêmicos que se tiverem uma oportunidade como esta, que vão sem pensar duas vezes, pois vale muito à pena conhecer o outro lado do Brasil. É uma experiência maravilhosa", conclui Ana Paula.

Fonte: Assessoria de Comunicação SETREM

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer