Publicidades

18/01/2014 | 19:06 | Esporte

Tranquilo, sub-23 do Inter faz 2 a 0 no São Luiz e inicia com vitória no Gauchão

Cláudio Winck e Aylon anotaram os gols da vitória colorada sem sustos em Novo Hamburgo

Winck celebra o primeiro gol do Inter na vitória por 2 a 0 em cima do São Luiz (Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS)


Tranquilidade é a palavra que pode descrever a estreia da equipe sub-23 do Inter no Gauchão diante do São Luiz nesta tarde. Superioridade é o termo que explica o placar de 2 a 0 dos comandados de Clemer em Novo Hamburgo, na partida onde só um time jogou.


Para isso, o Inter tratou de marcar cedo no começo dos dois tempos e jogo. Fez isso, na primeira metade com Cláudio Winck, em um belo gol de perna esquerda. E, nos últimos 45 minutos, matou o jogo com Aylon, de cabeça. Com isso, os colorados arrancam com três pontos no grupo A do Gauchão.


Na próxima rodada, os colorados voltam a atuar no Estádio do Vale. Desta vez, porém, será visitante na partida diante do Novo Hamburgo, quarta-feira, às 22h. Já o São Luiz, em casa, encara o Juventude.


Estreia só para um


Desde o primeiro minuto só se viu uma equipe em campo, o Inter. Só o dono da casa resolveu estrear na primeira etapa no Gauchão 2014. E fez questão de mostrar isso com um gol logo aos nove minutos. Cláudio Winck recebeu pelo lado direito, puxou para a perna esquerda e arrematou sem chances para o goleiro Alê, 1 a 0.


Essa superioridade do Inter, materializada muito cedo, deu tranquilidade para o time que seguiu dominando as ações. Era pelo lado de Winck, o jogador mais acionado nos primeiros 45 minutos, que o time de Clemer encontrava uma rodovia livre para chegar à frente. O São Luiz, de Beto Almeida, o que de melhor fez foi uma cobrança de falta que passou à esquerda de Alisson.


E a vantagem colorada só não foi maior por erro da arbitragem. Alex Nemetz arrematou de fora da área e Aylon, em posição legal, desviou para o gol. O auxiliar José Antônio Franco Filho, porém, assinalou impedimento. Erro, mas nada que arranhasse a superioridade do Inter na primeira metade do jogo.


Gol cedo, tranquilidade e vitória


O principal destaque do Inter no primeiro tempo, Cláudio Winck, sentiu-se mal no vestiário por conta do calor e saiu do jogo. Motivo para o time perder a força ofensiva? Que nada! Logo aos cinco minutos, sob muita chuva que caía em Novo Hamburgo, Gladestony tratou de achar Aylon, em posição irregular, na entrada da área. Esse desviou de cabeça na saída errada do goleiro Ale e, muito cedo, já ampliou a vantagem colorada para 2 a 0.


E esse era o gol que faltava para deixar o jogo tranquilo. Os espaços para a equipe colorada iam aparecendo, principalmente nos contragolpes. Desta vez, era pelo lado esquerdo que os colorados atormentavam a meta de Ale.


Sem forças para atacar, o São Luiz ficou totalmente entregue ao domínio do Inter. Porém, sem o interesse colorado em ir à frente e já com o placar que interessava aos colorados, o jogo se arrastou até o final. O placar, assim, não foi alterado.


CAMPEONATO GAÚCHO — 1ª RODADA — 18/01/2014


INTER 2


Alisson; Cláudio Winck (Diogo, int), Jean, Thales, Raphinha; Rodrigo Dourado, Gladestony, Alex Nemetez (Alex Santana, 16"/2°T) e Reis; Aylon e Ruan (Fernando Baiano, 12"/2°T). Técnico: Clemer


SÃO LUIZ 0


Ale; Júnior Barbosa, Rodolfo, Marcel, Elton Macaé (Adílson Bahia, int); Paraná, João Paulo, Mateus, Adãozinho; Ronaldo Capixaba (Alemão, 25"/2°T), Jones (Bruno Flores, 16"/2°T). Técnico: Beto Almeida


Arbitragem: Diego Almeida Real, auxiliado por José Antônio Franco Filho e Lucio Flor.


Gols: Cláudio Winck (I), aos 9 min. Aylon (I), aos 5 min do 2º tempo


Cartões amarelos: Ruan, Rodrigo Dourado (I). Mateus (SL)


Local: Estádio do Vale, Novo Hamburgo


PRÓXIMO JOGO - GAUCHÃO


QUARTA - 22/01/2014 - 22H


NOVO HAMBURGO X INTER

Fonte: Zero Hora

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer