Publicidades

14/02/2015 | 13:33 | Praia Notícias | Geral

Defesa Civil monitora pontos críticos de Santa Catarina após fortes chuvas

Em 48 horas, choveu mais em Florianópolis do que o esperado para o mês inteiro

Chuva forte alagou as ruas de Florianópolis na noite de sexta-feira (Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS)


A Defesa Civil monitora a situação em Santa Catarina após a forte chuva que atingiu o Estado desde as 20h desta sexta-feira. Houve registro de temporais entre a Grande Florianópolis e Litoral Norte e as cidades com maiores transtornos foram, além da Capital, Brusque, Balneário Camboriú e Barra Velha.


Segundo a Defesa Civil, não há registro de desabrigados ou desalojados até o momento.​ O município de São José requisitou lonas ao órgão, em função de destelhamentos.


Os maiores acumulados de chuva em 24 horas, segundo a Epagri/Ciram:


Florianópolis - 178 mm


Tubarão - 102 mm


São José - 96 mm


Braço do Norte - 77 mm


Criciúma - 72 mm


Barra Velha - 69 m


Foram registrados alagamentos nesses municípios e escorregamentos em Florianópolis e Tijucas. Os bombeiros também atenderam ocorrências de quedas de árvores na Capital e em Governador Celso Ramos. 


Uma das situações mais críticas envolveu o trânsito, com o fechamento total da BR-101 por quase uma hora, no final da noite de sexta-feira, em São José.


As vias estaduais têm modificações neste sábado em Florianópolis devido à chuva. Na SC-405, a faixa central reversível foi fechada até cerca de 12h, devido a um trecho alagado, perto da ponte do Rio Tavares. A SC-401 após o Centro de Zoonoses, teve queda de barreira e o trânsito está em meia pista no sentido praias, até às 11h30min deste sábado. 


Nos Ingleses, a SC-403 está em meia pista no sentido bairro, devido a buraco no acostamento, próximo à Escola Básica Municipal Professora Herondina Zeferina.

Fonte: Zero Hora

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer