Publicidades

11/02/2015 | 06:22 | Praia Notícias | Polícia

Vigilante atira e mata ex-companheira dentro de agência bancária em Brusque

Depois de acertar a mulher, que morreu no hospital, homem disparou contra o próprio peito e também morreu

Os dois trabalhavam na agência onde aconteceu o crime (Foto: Rafaela Martins / Agencia RBS)


Uma mulher de 20 anos morreu depois de levar dois tiros do ex-companheiro dentro de uma agência bancária em Brusque, na manhã desta terça-feira. O crime aconteceu por volta das 8h30min, quando os dois discutiram. Eduardo Lima do Rosário, 31, atirou contra Rayane Rodrigues Maciel, que não resistiu e morreu no hospital. Depois disparou contra o próprio peito e foi encaminhado ao Hospital Azambuja, onde morreu às 15h30min desta terça.


Segundo informações da Polícia Civil, os dois tinham um relacionamento e terminaram há cerca de duas semanas. Eles também eram companheiros de trabalho na agência do Banco do Brasil onde ocorreu o crime, na rua 7 de Setembro, bairro Santa Rita. Eduardo, que é vigilante, teria usado a arma de trabalho para atirar contra Rayane, que era telefonista da agência.


O delegado Alex Reis, que atendeu a ocorrência, encerrou o caso após a morte de Eduardo. Segundo inquérito, somente funcionários do banco estavam no local na hora. A agência permaneceu fechada durante o restante do dia.


O corpo de Rayane já está sendo velado na capela do Paquetá e será sepultado no Cemitério Parque da Saudade. Já o corpo de Eduardo será levado para Belém do Pará. Tanto Rayane quanto Eduardo eram naturais do Pará, de onde vieram há quatro anos para morar em Brusque.

Fonte: O Sol Diário

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer