Publicidades

05/01/2014 | 11:46 | Esporte

Morre Eusébio, o maior jogador da história de Portugal

Ex-atacante da Seleção de Portugal sofreu parada cardiorrespiratória. Ele foi autor do segundo gol da história do Beira-Rio

Jogador completaria 72 anos no dia 25 de janeiro (Foto: NICOLAS ASFOURI / AFP)


Morreu na madrugada deste domingo, em Lisboa, o ex-atacante Eusébio. Um dos nomes mais importantes da história do futebol português, Pantera Negra, como era conhecido, destacou-se vestindo as camisas do Benfica e da Seleção Portuguesa.


O biógrafo do jogador, João Malheiro, confirmou ao canal de TV português RTP a morte, por parada cardiorrespiratória, por volta das 3h30min. O craque completaria 72 anos no dia 25 deste mês.


Em 1969, Eusébio participou do jogo inaugural do Beira-Rio, na Capital, e marcou o segundo gol da história do estádio. Foi o principal goleador da Copa do Mundo de 1966, peça fundamental no terceiro lugar conquistado pelos portugueses, e disputou com Pelé como o melhor jogador do mundo. Um ano antes, ganhou a Bola de Ouro como melhor jogador da Europa.


Confira a declaração dada por João Malheiro sobre a morte do craque:


"Eusébio morreu por volta das 3h30 da madrugada, vítima de uma insuficiência cardíaca. Tendo convivido com ele cotidianamente durante anos, sou testemunha de que a sua saúde estava muito fragilizada e havia sinais claros disso nos últimos dias. Mas nesta altura isso não é o mais importante. Importa recordar o homem que foi e sempre será. De resto, tem um lugar nos imortais deste país, mas foi seguramente a referência emblemática mais importante de Portugal do século XX no plano esportivo, sobretudo nos anos 60, quando Portugal vivia debaixo de uma ditadura" afirmou João Malheiro.

Fonte: Zero Hora

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer