Publicidades

06/09/2020 | 21:24 | Esporte

Com fraca atuação, Grêmio empata com Atlético-GO em Goiânia

Gol de Isaque tirou equipe de Renato Portaluppi da zona de rebaixamento do Brasileirão

Lucas Uebel / Grêmio FBPA/Divulgação


O Grêmio mais uma vez ficou devendo bom futebol no Brasileirão e empatou por 1 a 1 com o Atlético-GO na noite deste domingo, em Goiânia. Os gols foram marcados no primeiro tempo. O volante Edson abriu o placar, aos 10 minutos, enquanto Isaque igualou, aos 40.


Embora tenha chegado ao sexto jogo sem vitória no Brasileirão, o empate diante do Atlético-GO serviu para manter o Grêmio fora da zona de rebaixamento. O Tricolor voltará a jogar fora de casa na próxima rodada. Na quinta-feira, às 19h15min, irá encarar o Bahia, no Pituaçu, sem Geromel e Kannemann, suspensos. 


Além da derrota em casa para o Sport na última quinta-feira dentro da Arena, o Grêmio entrou no gramado do Estádio Olímpico de Goiânia com a pressão de ter entrado na zona de rebaixamento na abertura da rodada. 


O Tricolor também teve de lidar com os desfalques. Sem Maicon e Pepê, que sequer viajaram, o técnico Renato Portaluppi ainda perdeu Jean Pyerre, com lesão muscular na coxa direita. Com isso, Isaque foi escalado na linha de três meias do 4-2-3-1 gremista.


O jogo começou em ritmo lento com os dois times tendo dificuldades para criar. Em uma partida assim, qualquer erro de atenção passa a ser fatal. E o Grêmio pagou logo no começo. Aos 10 minutos, em escanteio, o goleiro Vanderlei alertou que o volante Edson estava sozinho na área gremista. Diego Souza ficou entre manter o posicionamento de cobrir o primeiro pau e marcar o jogador do Atlético-GO, que aproveitou. Chico cruzou justamente para Edson desviar para o fundo das redes: 1 a 0.


O Grêmio mostrou desorganização após o gol goiano. O meio-campo encontrava dificuldade para fechar espaços e Geromel e Kannemann passaram a jogar muito expostos. Os dois zagueiros tiveram de apelar para faltas e foram amarelados ainda no primeiro tempo.


Com dificuldade para criar, o Tricolor começou a tentar o empate em chutes de média distância. Lucas Silva e Alisson arriscaram de fora da área, mas mandaram longe do gol. O lance mais perigoso veio do outro lado. Aos 26, Janderson tentou da intermediária e a bola passou perto da meta de Vanderlei.


Quando parecia que o Atlético-GO iria em vantagem para o intervalo, o Grêmio fez uma jogada no estilo que acostumou a torcida nos últimos anos. A única durante toda a partida.


Aos 40, o volante Lucas Silva se desprendeu ao campo de ataque e passou para Alisson, que com um toque lançou Isaque na área. O garoto finalizou firme de perna esquerda e venceu o goleiro Jean. O gol chegou a ser anulado em um primeiro momento por impedimento, mas o árbitro Ricardo Marques Ribeiro confirmou a condição legal do atacante gremista após interferência do VAR.


Apesar da fraca atuação no primeiro tempo, Renato apostou na manutenção do time para a etapa final, que começou com o Atlético-GO levando perigo. O time da casa teve três chances em menos de 15 minutos. Na primeira, Marlon Freitas chutou forte para defesa de Vanderlei. Na sequência, o centroavante Renato Kayzer teve duas oportunidades, uma de cabeça e outro em contra-ataque, mas mandou ambas para fora. 


O técnico gremista então começou a mexer na equipe. Aos 17, Darlan foi chamado para o lugar de Lucas Silva em uma tentativa para ter maior controle no meio-campo. O Tricolor seguiu com dificuldades e só foi finalizar com perigo aos 27. Em uma jogada que começou com roubada de Orejuela ainda no campo de defesa, a bola chegou a Everton, que cabeceou para defesa de Jean. 


Renato então mexeu no setor ofensivo. Luiz Fernando e Robinho foram chamados para os lugares de Diego Souza e Alisson, mas não conseguiram tornar o Grêmio mais perigoso. Quem esteve mais perto gol nos minutos finais foi o Atlético-GO, que acertou o travessão em chute de Matheusinho. 


Nos acréscimos, ainda houve tempo para o segundo cartão amarelo e a posterior expulsão de Geromel. Assim, ele será desfalque para a partida contra o Bahia em Salvador. Pela atuação, o empate só serviu ao Grêmio para se manter fora da zona de rebaixamento.


Brasileirão – 8ª rodada – 6/9/2020


ATLÉTICO-GO (1)


Jean; Dudu, João Victor, Éder e Nicolas; Edson, Marlon Freitas; Janderson (Everton Felipe, INT), Chico (Henry Vaca, 45’/2T) e Gustavo Ferrareis (Matheusinho, 29’/2T); Renato Kayzer (Hyuri, 38’2/T)


Técnico: Vágner Mancini


GRÊMIO (1)


Vanderlei; Orejuela, Geromel, Kannemann (David Braz, 41’/2T) e Cortez; Lucas Silva (Darlan, 17’/2T), Matheus Henrique; Alisson (Luiz Fernando, 29’/2T), Isaque (Fabrício (41/’2T) e Everton; Diego Souza  (Robinho, 29’/2T)


Técnico: Renato Portaluppi. 


GOLS: Edson (A), aos 10, Isaque (G), aos 40 minutos do primeiro tempo.


CARTÕES AMARELOS: Gustavo Ferrareis (A); Kannemann, Diego Souza (G).


CARTÃO VERMELHO: Geromel (G).


ARBITRAGEM: Ricardo Marques Ribeiro, auxiliado por Marcus Vinicius Gomes e Frederico Soares Vilarinho (trio mineiro). VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN).


LOCAL: Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia (GO).


Próximo jogo


Bahia x Grêmio


10/9/2010 – quinta-feira, às 19h15min


Estádio Pituaçu – Brasileirão

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer