Publicidades

16/08/2020 | 11:00 | Saúde

Governo recebeu 28 recursos contra bandeira vermelha na 15ª rodada do distanciamento

Cinco regiões apresentaram protocolos com regras próprias de prevenção. Nas áreas de Taquara e Novo Hamburgo, as medidas já estão em vigor

Reprodução/Internet


O governo vai avaliar 28 recursos de municípios e associações regionais contra a classificação preliminar em bandeira vermelha anunciada na sexta-feira (14). Na 15ª rodada do distanciamento controlado no Estado, 16 regiões foram enquadradas na etiqueta de alto risco para contaminação do coronavírus no mapa preliminar. São elas: Capão da Canoa, Canoas, Caxias do Sul, Cruz Alta, Erechim, Guaíba, Ijuí, Novo Hamburgo, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Rosa, Santo Ângelo, Taquara e Uruguaiana. 


No mesmo dia, seis áreas confirmaram que pretendiam adotar medidas próprias de combate ao coronavírus - Canoas, Capão da Canoa, Cruz Alta, Novo Hamburgo, Palmeira das Missões e Pelotas.  Até agora, segundo a Secretaria de Articulação e apoio aos Municípios, cinco regiões apresentaram Plano de Prevenção e de Enfrentamento à Pandemia: Canoas, Taquara, Novo Hamburgo, Pelotas e Passo Fundo. Dessas, as áreas de Taquara e Novo Hamburgo já estão com protocolos regionais em vigor.


Com isso, os municípios formulam protocolos e submetem à aprovação do Gabinete de Crise estadual. A medida de adoção de regras próprias, diferentes das do governo, é possível graças ao acordo entre o executivo gaúcho e a Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs), que define que Estado e prefeituras farão uma gestão compartilhada do modelo de distanciamento controlado. A elaboração de protocolos alternativos pelas regiões não altera as cores do mapa, mas permite que as prefeituras adotem regras menos rígidas do que as previstas pelo governo. 


Cinco regiões covid ficaram com tarja laranja, de risco médio, na classificação divulgada na sexta-feira: Santa Maria, Lajeado, Santa Cruz do Sul, Cachoeira do Sul e Bagé. Não houve pedido de reconsideração nestes casos. Com o mapa preliminar, dos 497 municípios gaúchos, 397 foram considerados de alto risco para a doença. Ao todo, essas localidades têm 9.679.669 habitantes, ou seja, 85,4% da população gaúcha (total de 11.329.605 habitantes).


A classificação definitiva deve ser anunciada na tarde desta segunda-feira (17). 

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer