Publicidades

20/05/2020 | 06:45 | Polícia

Carro de luxo é apreendido em SC durante operação contra tráfico de drogas em 2 estados

Em Santa Catarina, polícia cumpriu mandados de busca em três apartamentos de luxo no Litoral Norte. Operação investiga líderes de duas organizações criminosas que atuam em SC e no RS

Carro de luxo GT apreendido durante operação no Litoral Norte catarinenses ? Polícia Civil/Divulgação


A Polícia Civil apreendeu um carro de luxo GT durante o cumprimento de três mandados de busca e apreensão em três apartamentos de alto padrão no Litoral Norte nesta terça-feira (19). O veículo é avaliado em mais de R$ 100 mil. O cumprimento dos mandados, dois em Itapema e um em Balneário Camboriú, faz parte da Operação Magna Opera, que investiga tráficos de drogas e lavagem de dinheiro.


A ação foi desencadeada pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul, com a ajuda dos agentes de Santa Catarina. No total, foram cumpridos 60 mandados de busca e apreensão e feitas 10 prisões. Os locais onde os suspeitos foram encontrados não foram divulgados.


Participaram da operação 200 policiais civis dos dois estados. A Polícia Civil e o Ministério Público monitoraram por dois anos líderes de duas facções criminosas que atuam no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.


Durante a ação, foram cumpridos mandados de busca e de indisponibilidade de bens imóveis, veículos e ativos financeiros espalhados pelo estado e em todo o Brasil. Esta ação se caracteriza quando a polícia apreende e torna indisponível esses bens.


“O objetivo dos trabalhos de hoje foi devidamente cumprido, com a asfixia patrimonial dessas duas importantes células da facção”, afirmou o delegado Filipe Bringhenti, do Rio Grande do Sul.


Somando as ordens judiciais autorizadas em decorrência das duas investigações, a operação desta terça cumpriu 341 medidas no total, tornando indisponíveis mais de R$ 16,1 milhões.


Entre as medidas, 138 quebras de sigilos bancário, fiscal e bursátil (referente ao mercado de ações), 60 mandados de busca, bloqueio de contas bancárias de 41 investigados e indisponibilidade de 29 bens imóveis e 23 veículos.

Fonte: G1

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer