Publicidades

17/09/2014 | 13:44 | Educação | Três de Maio

19ª Maratona de Programação foi realizada na SETREM

Competição teve recorde absoluto de participação, com 41 sedes no Brasil e 642 times envolvidos disputa

Foto: SETREM/Divulgação


Voltada a alunos da Ciência da Computação, Engenharia de Computação, Sistemas de Informação e áreas afins, a 19ª Maratona de Programação foi realizada no sábado, 13, em 41 sedes de todo o Brasil, com 642 times de 198 diferentes escolas competindo. Uma das sedes foi a SETREM, local em que 14 times representando várias instituições de ensino da região participam da competição.


O evento visa promover nos alunos a criatividade, a capacidade de trabalho em equipe, a busca de novas soluções de software e a habilidade de resolver problemas sob pressão. Instituições e grandes empresas da área têm valorizado os alunos que participam da Maratona. Os times foram compostos por três alunos, que tentaram resolver durante cinco horas o maior número possível dos problemas que foram entregues no início da competição. Estes alunos tiveram à disposição apenas um computador e material impresso (livros, listagens, manuais) para vencer a batalha contra o relógio e os problemas propostos.


Desafios superados


A equipe vencedora é formada por acadêmicos do curso de Ciência da Computação da Unijuí, Campus Santa Rosa, equipe que conseguiu a resolução de três problemas e garantiu vaga para a final brasileira, que ocorre em 7 e 8 de novembro de 2014, em Fortaleza/CE. A segunda equipa e conseguir a resolução de dois problemas é da SETREM, formada pelos acadêmicos da SETREM Charles Michel Stein, Dinei André Rockenbach e Ricardo Luis Pieper.


“Enfrentamos questões bem difíceis que envolviam a matemática, não só a lógica. Considero um bom resultado, pois concluímos a resolução de dois problemas resolvidos, um a menos que o grupo que venceu. As questões envolveram, por exemplo, um baralho de cartas de um a 10, com entradas e saídas do algoritmo, em que depois de embaralhado era preciso ver quantas vezes seria preciso embaralhar para ele para ficar organizado de um a 10 novamente. Havia outro mais simples, que quase todos os grupos resolveram, em que era preciso verificar quantos jogadores em uma partida de handebol fizeram gol. Também haviam problemas que envolviam inteligência artificial”, explica Stein.


Preparar e comemorar


O acadêmico de Sistemas de Informação da SETREM e seu grupo projetam iniciar em breve os preparativos para a participação nas próximas edições da Maratona. “Por ser a primeira vez que participamos, isso dificultou para que alcançássemos melhor desempenho. Percebemos que para ir bem é preciso estudar os problemas dos outros anos e aperfeiçoar os conhecimentos para a resolução das tarefas. Estamos nos preparando e vamos participar”, destaca Stein.  


Para a SETREM, sediar o evento e envolver um grande número de acadêmicos foi motivo de comemoração, tendo em vista que no mês de outubro celebra-se os 15 anos do curso superior de Tecnologia em Redes de Computadores da Instituição. “A formação é consolidada no Sul do Brasil por sua qualidade, alcançando a avaliação máxima do Ministério da Educação, proporcionando aos profissionais um profundo conhecimento na concepção, planejamento, projeto, montagem, segurança, configuração e gerenciamento de redes de computadores”, conclui a coordenadora do Bacharelado em Sistemas de Informação e Tecnologia em Redes de Computadores, Vera Benedetti.

Fonte: Assessoria SETREM

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer