Publicidades

17/09/2014 | 13:06 | Geral | Três de Maio

Cotrimaio negocia, mas ainda não divulga nome de possíveis parceiros

Foto: Divulgação


A Cooperativa Agropecuária Alto Uruguai entrou no ano passado em liquidação extrajudicial, com continuidade dos negócios. Na época, a diretoria divulgou que a dívida era de R$ 218 milhões e que levaria, no mínimo, 10 anos para pagar esse passivo. Em 2008, a crise mundial derrubou os preços das commodities agrícolas e provocou a alta do dólar e do endividamento relativo a operações de pré-pagamento de exportações e dos custos dos insumos. A cooperativa ficou sem capital de giro e o passivo financeiro explodiu.


Apesar de reconhecer dívidas com produtores acumuladas em safras anteriores, o presidente Silceu Dalberto garantiu em entrevista a Rádio Colonial na manhã desta quarta-feira, 17, que a Cotrimaio está conseguindo recuperar a credibilidade no mercado de grãos e já começa a despertar o interesse de grandes investidores. O objetivo da cooperativa é fechar parceria para impulsionar os negócios de armazenamento e venda de grãos. Dalberto não se referiu a prazo, mas revelou que as negociações evoluíram bastante nas últimas semanas:


"A Cotrimaio está conseguindo se recuperar e graças a esse novo momento ela está despertando o interesse de grandes investidores do Rio Grande do Sul e até de fora do Estado. Esperamos fechar  essa parceria, que vai acelerar o processo de recuperação desta grande cooperativa", afirmou. 


O plano de reestruturação para colocar as finanças em ordem, aprovado em assembleia pelos associados, já levou ao fechamento de unidades e supermercados que não estavam dando lucro e demissões de funcionários. Na próxima sexta-feira reunião no Parlamento Municipal vai aprofundar o debate sobre a proposta.

Fonte: Rádio Colonial AM

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer