Publicidades

25/03/2020 | 05:22 | Saúde

Marchezan confirma primeira morte por coronavírus em Porto Alegre

Mulher deu entrada na UTI na segunda-feira em estado grave

Assessoria de Imprensa


O prefeito Nelson Marchezan anunciou, na madrugada desta quarta-feira (25), a primeira morte por coronavírus em Porto Alegre. Se trata de uma mulher de 91 anos que estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Moinhos de Vento. Ele deu entrada na segunda-feira (23), já em estado grave, e morreu na noite de terça (24).


"Lamentamos muito, esperamos que nossas medidas possam evitar que isso seja uma constante em nossa cidade", escreveu Marchezan no Twitter. "Mas precisamos de todos. Isso não é uma questão, jurídica, ideológica. É uma questão fática e de saúde", completou.


Marchezan também disse que Porto Alegre tem oito pacientes com coronavírus internados em UTIs. Outros 26 com suspeita da doença também seguem em tratamento intensivo.


A GaúchaZH, Marchezan disse que a gravidade do avanço do coronavírus não é mais medida pelo número de infectados em contaminação comunitária, e sim pelo número de pacientes hospitalizados por causa do vírus. 


- Os idosos não estão escutando o recado do governo. Espero que escutem o recado dos hospitais - disse o prefeito. 


A confirmação da morte da paciente idosa em Porto Alegre se deu poucas horas após o presidente Jair Bolsonaro, em pronunciamento de rádio e TV, criticar medidas restritivas adotadas por autoridades estaduais e municipais. A declaração foi rechaçada por Marchezan. 


- Acho um embate desnecessário do presidente contra todas as evidências científicas. Não estamos tratando de questões ideológicas, mas de uma questão de vida ou morte - ressaltou o prefeito.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

01/04/2020 | 17:10

Vida & Saúde recebe doações

Publicidades


Mario Junior designer