Publicidades

15/03/2020 | 13:18 | Esporte

Com portões fechados, Grêmio vira sobre o São Luiz e vence por 3 a 2 na Arena

Paulo Miranda, Thiago Neves e Diego Souza marcaram os gols do Tricolor

Thiago Neves marcou seu primeiro gol com a camisa do Grêmio - André Ávila / Agencia RBS


O Grêmio venceu o São Luiz por 3 a 2, de virada, na manhã deste domingo (15), em jogo marcado pela ausência de público na Arena em razão do coronavírus. O Tricolor mostrou poder de reação para buscar a vitória após sair perdendo por 2 a 0. Michel e Jean Carlo marcaram os gols dos visitantes e Paulo Miranda, Thiago Neves e Diego Souza balançaram as redes para o time de Renato Portaluppi.


Com a vitória, o Grêmio mantém o 100% de aproveitamento no segundo turno do Gauchão e segue na liderança do Grupo B. Na próxima rodada, o Tricolor irá encarar o Inter no Gre-Nal, que está marcado para o sábado, mas pode ser adiado em reunião que será realizada nesta segunda-feira pela Federação Gaúcha de Futebol.


Os jogadores do Grêmio entraram em campo usando máscaras em protesto pela realização do jogo com a expansão dos casos de coronavírus no Brasil. Talvez pela ausência de público e a atenção no manifesto pela realização do jogo, o Grêmio iniciou a partida desligado. Logo aos 28 segundos, a defesa gremista errou no posicionamento e deixou Michel receber livre na área. O atacante chutou duas vezes para vencer Vanderlei e abrir o placar na Arena. A falha irritou o técnico Renato, que mandou os reservas iniciaram o aquecimento enquanto os jogadores do São Luiz ainda comemoravam o gol.


Posicionado com três zagueiros e defendendo com uma linha de cinco homens, o São Luiz não deu espaços para o Grêmio criar no começo do jogo. A primeira grande oportunidade gremista veio aos 9 minutos e foi em lance de contra-ataque. Everton invadiu a área e tocou para Thiago Neves, que finalizou para fora.


O Grêmio voltou a falhar defensivamente aos 18 minutos. Jean Carlo apostou na jogada individual contra Kannemann, que deu o carrinho, mas não conseguiu o desarme e ficou caído no gramado vendo o camisa 10 de time de Ijuí correr livre contra Vanderlei, que até defendeu na primeira finalização, mas não pôde fazer nada no rebote: 2 a 0.


O segundo gol levou Renato a mexer na equipe. O treinador sacou o Orejuela e mandou a campo o meia Jean Pyerre. Com isso, Thaciano foi deslocado para a lateral direita. A mudança deu resultado e o Grêmio começou a empilhar chances de gol tendo Everton como protagonista. O camisa 11 deu dois cruzamentos na medida para Luciano. No primeiro, o centroavante mandou para fora. No seguinte, Lúcio fez a defesa na finalização à queima-roupa.


Everton também teve sua chance para marcar, mas perdeu um gol incrível. Aos 33, ele recebeu de Matheus Henrique completamente livre na área e chutou para fora com o gol aberto a sua frente. A pressão gremista deu resultado nos acréscimos e novamente teve a participação de Everton, que cruzou do lado direito para Paulo Miranda cabecear para o fundo das redes: 2 a 1.  


A esperada pressão do Grêmio na volta do segundo tempo não se confirmou. O São Luiz voltou a ser organizar bem e impôs dificuldades ao ataque Tricolor. Mesmo assim, a maior qualidade do time de Renato Portaluppi fez a diferença. Aos 18 minutos, na primeira grande oportunidade na etapa final, Thiago Neves aproveitou cruzamento de Thaciano e desviou para marcar seu primeiro gol com a camisa gremista e empatar a partida.


Apesar de ter feito o gol, Thiago Neves foi substituído na sequência para a entrada de Diego Souza, uma tentativa de Renato para ganhar mais força física no ataque. E a aposta do treinador gremista deu resultado. Mesmo com o Grêmio seguindo com dificuldades para criar jogadas, a virada veio com gol de Diego Souza. O centroavante tentou primeiro na cobrança de falta. A bola bateu na barreira e votou para ele, que dominou e chutou com força de esquerda para virar o placar e garantir a vitória do Grêmio.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer