Publicidades

10/03/2020 | 06:25 | Esporte

Tilica é alvo de injúria racial da torcida do São Luiz em vitória do Caxias

Atacante do time da Serra discutiu com alguns torcedores e a partida foi interrompida

Tilica (Caxias) foi alvo de injúrias raciais na partida diante do São Luiz, em Ijuí - Pedro Brikalski / Especial


Mais um caso de racismo marcou o futebol gaúcho na noite desta segunda-feira (9), em Ijuí. Na vitória por 2 a 1 do Caxias sobre o São Luiz, em partida válida pelo fechamento da segunda rodada do segundo turno do Campeonato Gaúcho, o atacante Tilica disse ter ouvido injúrias raciais vindas da arquibancada do Estádio 19 de Outubro.


O episódio gerou uma confusão generalizada. Aos 39 minutos do segundo tempo, pouco tempo depois de ser substituído, o jogador do time da Serra foi para cima dos torcedores para tirar satisfações e recebeu cusparadas de pessoas presentes naquele setor do estádio do São Luiz. 


O jogo foi interrompido por conta do tumulto que se formou, inclusive com o policiamento entrando em campo. Tilica deixou o campo chorando. A partida foi reiniciada seis minutos depois e terminou com a vitória do Caxias.


Depois do jogo, Rafael Lacerda, técnico do Caxias, lamentou o episódio e fez questão de defender seu jogador:


— Eu não vi se o cara chamou (de macaco) ou não. Mas pelo que o Tilica relatou, chamou. Não tem como o jogador inventar aquilo ali. Tu vê o cara chorando. Por que ele vai inventar uma coisa dessas? Infelizmente, não vai acontecer nada. Tilica identificou o cara, ele viu. Tem que elogiar o árbitro (Anderson Farias) que foi presente, chamou Tilica e queria identificar (o torcedor). Fico triste pelo atleta — completou Lacerda.


Relatos da Rádio Progresso de Ijuí deram conta de que torcedores do São Luiz também provocaram tumulto no pátio do 19 de Outubro. Há relatos de carros de jogadores do clube que foram depredados em meio à confusão.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer