Publicidades

25/12/2019 | 07:13 | Praia Notícias | Política

Bolsonaro diz que governo encerra 2019 ''sem qualquer denúncia de corrupção''

Em pronunciamento, presidente também afirma que "valoriza as famílias, honra os militares e acredita em Deus"

Bolsonaro e Michelle durante pronunciamento de final de ano - Reprodução / Reprodução


Em pronunciamento na noite desta terça-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a esperança "voltou ao Brasil" e que o governo encerra 2019 "sem qualquer denúncia de corrupção". No discurso, Bolsonaro disse saber que "não seria fácil" comandar o país, que enfrentava "profunda crise ética, moral e econômica".


A mensagem de final de ano, que durou pouco mais de dois minutos, foi transmitida em rede nacional de televisão. Ao seu lado, o presidente teve a companhia da primeira-dama Michelle Bolsonaro. Ela vestia uma camiseta vermelha que carregava a palavra "Jesus" estampada em letras brancas.


 — O governo mudou. Temos presidente que valoriza as famílias, respeita a vontade do seu povo, honra seus militares e acredita em Deus — pontuou Bolsonaro. — Estamos terminando 2019 sem qualquer denúncia de corrupção. O mundo voltou a acreditar no Brasil — acrescentou.


Nos últimos dias, Bolsonaro tem enfrentado desconforto causado pela investigação que envolve um de seus filhos, o senador Flávio Bolsonaro. O parlamentar foi apontado como "chefe de organização criminosa" pelo Ministério Público (MP) do Rio de Janeiro. O senador nega ter cometido irregularidades.


Em seu pronunciamento, Bolsonaro buscou fazer um balanço do primeiro ano de mandato. Mencionou que indicadores da economia e da área da segurança pública vêm apresentando melhora. Na visão do presidente, o Brasil abandonou o "viés ideológico" em suas relações comerciais. Desde que assumiu o governo, Bolsonaro buscou se aproximar dos Estados Unidos, comandado por Donald Trump, que tentará a reeleição em 2020.


O presidente brasileiro ainda agradeceu a Deus por ter recebido "segunda vida". Em setembro de 2018, ele sofreu atentado durante a campanha eleitoral em Minas Gerais.


Na noite de segunda-feira (23), Bolsonaro caiu em um banheiro do Palácio da Alvorada e foi encaminhado para o Hospital das Forças Armadas, em Brasília. O presidente passou por exames e recebeu alta na manhã desta terça.  Mais tarde, em entrevista, relatou que teve "perda parcial" de memória devido ao acidente. 

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer