Publicidades

19/11/2019 | 07:48 | Polícia

Mega operação policial na Reserva Indígena do Guarita

Observador Regional


A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira, dia 19 de novembro, a Operação Guarita, que apura crimes ocorridos em razão de disputa pela liderança da Terra Indígena do Guarita em Redentora e Tenente Portela.


A operação contou com o apoio da Polícia Civil e da Brigada Militar. Cerca de 200 policiais cumpriram 38 mandados de busca e apreensão e 14 de prisão preventiva na Terra Indígena Guarita, nos municípios de Redentora e Tenente Portela.


A Polícia Federal instaurou inquéritos para apurar o atentado ocorrido em 19 de outubro, contra o cacique da Guarita, e o homicídio de um indígena e a tentativa de homicídio de outros dois, no dia 07 de novembro, na mesma região.


Os crimes investigados são homicídio qualificado, tentativa de homicídio qualificado, incêndio majorado, dano qualificado e formação de milícia armada.

Fonte: Observador Regional

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer