Publicidades

11/11/2019 | 05:07 | Esporte

Grêmio vence a Chapecoense fora de casa e se consolida no G-4 do Brasileirão

Tricolor chegou à quinta vitória consecutiva e abriu quatro pontos de vantagem para o São Paulo

Luciano marcou um golaço para abrir o placar na Arena Condá - Liamara Polli / AM Press & Images/Folhapress


O Grêmio manteve a rotina de vitórias no Campeonato Brasileiro após a queda na Libertadores. Na noite deste domingo (10), o time de Renato Portaluppi foi a Santa Catarina, dominou a Chapecoense e ganhou  a quinta seguida no Brasileirão. Luciano, logo aos dois minutos, marcou em uma linda bicicleta o único gol da partida.


Com a vitória, o Grêmio sobe para 56 pontos e se firma no G-4. O Tricolor ainda foi beneficiado pela derrota dentro de casa do do São Paulo para o Athletico-PR. A vantagem para os paulistas na tabela agora é de quatro pontos.


Mesmo desfalcado de Maicon, Geromel e Cortez, e com Léo Moura preservado, o Grêmio se impôs naturalmente sobre a Chapecoense na Arena Condá. Luciano, a novidade de Renato no time após a eliminação na Libertadores, tratou de tirar o zero do placar logo aos dois minutos. E fez isso com um golaço. Em escanteio batido por Alisson, David Braz desviou de cabeça e o centroavante deu uma bicicleta para superar João Ricardo e colocar o Tricolor em vantagem: 1 a 0.


A Chapecoense, virtualmente rebaixada, não teve forças para reagir ao gol cedo mesmo que o Grêmio tenha mostrado sinais de desconcentração em vários momentos do primeiro tempo. Foi apenas em erros gremistas que o time catarinense levou algum perigo, mas sem nunca obrigar Paulo Victor a fazer alguma grande defesa.


Mesmo em ritmo lento, o Grêmio teve ainda oportunidade para ampliar o placar antes do intervalo. A melhor chance foi de Everton, que recebeu um lindo lançamento de Luciano, mas acabou adiantando demais e bola e permitiu a saída de João Ricardo. Outra boa jogada ocorreu aos 28, quando, depois de uma longa troca de passes, Juninho Capixaba cruzou para Galhardo, que chegou um pouco atrasado e não conseguiu a finalização.


A Chapecoense teve uma boa oportunidade nos minutos finais, em lance que Galhardo errou o tempo da bola após um cruzamento, mas Camilo escorregou na tentativa de domínio e permitiu a recuperação do lateral gremista, que conseguiu afastar e manter o 1 a 0 para o intervalo.


Na volta do segundo tempo, o Grêmio acelerou um pouco seu ritmo e logo teve uma boa chance. Aos seis, Amaral derrubou Juninho Capixaba na entrada da área: falta. Alisson cobrou procurando o ângulo, mas João Ricardo mandou para escanteio e evitou o segundo gol gremista.


Com o tempo passando, era natural que a Chapecoense fosse se abrir para buscar o empate. Renato Portaluppi, então, fez a primeira mudança aos 22 minutos e aumentou a velocidade do setor ofensivo para tentar aproveitar esse espaço. Pepê foi chamado para entrar no lugar de Diego Tardelli. Logo em sua primeira jogada, o atacante recebeu um passe de Darlan, mas errou o toque na saída de João Ricardo e mandou para fora.


Renato mexeu novamente colocando juventude no seu ataque. Patrick entrou na vaga de Luciano, aos 31, com a missão de municiar Alisson, Everton e Pepê. A troca não chegou a dar o resultado esperado pelo treinador, mas o golaço de Luciano no começo do jogo já tinha sido o suficiente para garantir a vitória, a quinta seguida do Grêmio no Brasileirão.


O Tricolor agora tem uma semana de preparação para encarar o líder Flamengo no próximo domingo, na Arena, e tentar uma vitória que não servirá para vingar a eliminação na Libertadores, mas poderá, pelo menos, adiar um pouco a comemoração dos cariocas do provável título brasileiro. 

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer