Publicidades

07/10/2019 | 14:10 | Saúde

Violência doméstica é tema de palestra

Assessoria Comunicação Vida & Saúde


A cada dois segundos, uma mulher é vítima de violência no país. Esse alarmante dado do Instituto Maria da Penha, foi abordado em palestra no hospital. Profissionais da Instituição tiveram a oportunidade de participar de atividades promovidas pela IBDFAM.


O tema “As diferentes espécies de violência doméstica e alguns sinais exteriores de identificação”, foi abordado pela professora Lurdes A. Grossmann. O objetivo foi sensibilizar e orientar os funcionários sobre a violência contra a mulher. Durante a palestra, Lurdes mencionou as leis que defendem a mulher em situação de violência, como por exemplo, a Lei Maria da Penha. Segundo Grossmann, a violência doméstica tem característica de ser contínua. Em muitos casos, ela começa com agressões menores, "Começa com agressão verbal, e vai indo para agressão física, podendo gerar um feminicídio”.


A violência acontece de várias maneiras, podendo ser psicológica e moral. Nesses dois casos, os profissionais do hospital podem colaborar quando recebem pacientes vítimas. Para isso, Lurdes orientou sobre a relevância de prestar atenção nos sinais que as estas mulheres demonstram, conversar, dar apoio e assistência. Outra palestra também desenvolvida pela IBDFAM, para as funcionárias, teve como tema “Empoderamento e direito humano das mulheres”. Para denunciar casos de violência contra mulher basta ligar para o número 180. 

Fonte: Assessoria Comunicação Vida & Saúde

Mais notícias desta categoria

30/11/2019 | 07:25

Comitiva da saúde em Brasília

Publicidades


Mario Junior designer