Publicidades

26/09/2019 | 08:00 | Cultura

Lançada a Pedra Fundamental do Memorial da Evolução Agrícola, em Horizontina

Fahor/divulgação


A Direção, colaboradores e estudantes da Faculdade Horizontina acompanharam na tarde desta quarta-feira, 25 de setembro de 2019, do Lançamento da Pedra Fundamental do Memorial da Evolução Agrícola, que será construído no terreno da antiga fábrica da SLC, no centro da cidade de Horizontina.



O ousado projeto, coordenado pelo Instituto John Deere, Grupo SLC, tem apoio do Ministério da Cultura e da FAHOR, o que reforça e orgulha a Instituição de ensino que viu nascer um por um dos pavilhões da Fábrica de trilhadeiras, desde 1947, com a SLC e depois, com a John Deere acompanhando de perto todo o processo de evolução, ampliação e modernização dos negócios e segue adiante com este novo projeto.



No Lançamento da Pedra Fundamental, foi marcante a presença de algumas lideranças como a do Chairman & CEO da Deere & Company,  Sam Allen, e de seu sucessor, a partir de novembro, John May; do presidente da John Deere Brasil, Paulo Herrmann, do vice- presidente do Grupo SLC, Jorge Luis Logemann, do diretor Sedelmo Desbessel e lideranças da FAHOR e do prefeito Antônio Otacílio Lajús e integrantes da Administração Municipal, bem como integrantes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário de Horizontina e da região.



Estudantes do Centro Tecnológico Frederico Jorge Logemann e integrantes do Projeto Semeando Cultura, professores e comunidade também prestigiaram o evento.



Em sua fala, o diretor Sedelmo destacou que é uma grande alegria ter a FAHOR como parte integrante do Comitê Gestor deste projeto que conta a verdadeira história da evolução agrícola deste país. “A nossa parceria vem de muito tempo. Para atender a demanda da “firma”, em 1965, criamos o Técnico em Contabilidade, depois o de Mecânica e isso impulsionou a criação da FAHOR, para continuar desenvolvendo nossa cidade e região. A memória constrói identidades. Por isso, nossa história precisa ser resgatada, contada e preservada. Temos todos os motivos para nos orgulhar de tudo que foi construído aqui, pois somos referência, somos exemplo e já estamos orgulhosos com a realização deste magnífico parque”, destacou o diretor Sedelmo.



 Quando concluído, o projeto deverá ser um dos pontos mais importantes das rotas turísticas da região. O Memorial da Evolução Agrícola terá máquinas e tecnologias expostas contando a história da modernização da agricultura brasileira – passando pelos ciclos da agricultura colonial, aos equipamentos conectados dos dias de hoje e a projeção do futuro da agricultura. Além de contar a história de como a agricultura brasileira evoluiu, o espaço será um verdadeiro complexo cultural, espaços para oficinas de ballet, música, quadras poliesportivas e muito mais.


Fonte: Assessoria Fahor

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer