Publicidades

14/07/2019 | 18:21 | Esporte

Inter leva gol no fim e perde para o Athletico-PR pelo Brasileirão

Odair Hellmann usou apenas Marcelo Lomba e Nonato do time titular na Arena da Baixada e não suportou a pressão dos donos da casa

Natanael fez sua estreia na derrota do Inter em Curitiba - Ricardo Duarte / SC Internacional


Venceu quem atacou. Recuados e encurralados pelo Athletico-PR, os reservas do Inter foram pressionados pelo adversário o jogo inteiro e acabaram sendo castigados com um gol de Vitinho, aos 43 minutos do segundo tempo. Mesmo com uma boa atuação do goleiro Marcelo Lomba e da defesa como um todo, a postura defensiva colorada não foi o suficiente para evitar a derrota por 1 a 0 em Curitiba.


Dos atletas que devem atuar contra o Palmeiras, na quarta, pela Copa do Brasil, apenas o goleiro Marcelo Lomba iniciou a partida. Entre as novidades na escalação, destaque para o lateral-esquerdo Natanael, que fez a sua estreia com a camisa colorada, e o contestado centroavante Tréllez, recebendo uma nova chance no segundo semestre.


A má qualidade da grama sintética da Arena da Baixada prejudicou a qualidade do jogo. Desde os minutos iniciais, o Athletico-PR tomou a iniciativa, enquanto o Inter, na maioria das vezes, se limitava a aguardar o adversário atrás do meio-campo. Nenhuma das equipes, no entanto, conseguiu criar grandes oportunidades. O primeiro chute a gol colorado ocorreu aos 13 minutos, quando Rafael Sobis arrematou de fora da área, mas Santos defendeu com facilidade. 


Porém, o Athletico-PR respondeu rápido. Aos 16, Marcelo Cirino foi lançado dentro da grande área nas costas da zaga e chutou forte, obrigando Marcelo Lomba a fazer grande defesa. A partir daí, o jogo ganhou em intensidade. Aos 18, o Inter reagiu. Após jogada de Nonato, a bola sobrou para Tréllez dentro da grande área. Porém, mesmo próximo do gol, o colombiano chutou por cima do travessão.


Depois deste lance, contudo, o Inter parou de atacar e foi totalmente encurralado pelo Athletico-PR. A equipe paranaense apostava em lançamentos longos nas costas dos laterais colorados, exigindo bastante de Heitor e Natanael. Especialmente o jovem lateral-direito se destacou na primeira etapa, afastando a maioria das jogadas pelo seu flanco e marcando bem o atacante Rony e o lateral-esquerdo Márcio Azevedo. 


No meio-campo, em contrapartida, os jogadores colorados abusavam das faltas próximas da grande área e não conseguiam construir nenhuma jogada de contra-ataque. Recuado, o Inter apenas sobreviveu na primeira etapa, enquanto o adversário trocava passes na intermediária colorada e apostava em cruzamentos para a área, que, na maioria das vezes, eram afastados pelos zagueiros Roberto e Emerson Santos.


O segundo tempo também iniciou com pressão do Athletico-PR. Logo aos dois minutos, Bruno Guimarães recebeu a bola sem marcação e cruzou para Rony, que subiu mais que Heitor e cabeceou muito perto do gol de Lomba. A resposta do Inter, porém, foi rápida. Aos quatro minutos, Heitor fez belo cruzamento na segunda trave, mas Tréllez não conseguiu superar os zagueiros na dividida pelo alto. Aos oito, Rodrigo Lindoso fez bela jogada pela ponta direita e cruzou de forma rasteira para a área. Tréllez deu carrinho na bola, mas o chute foi defendido por Santos.


Aos 14, a defesa colorada vacilou. Roberto e Emerson Santos tomaram uma bola nas costas e deixaram Bruno Guimarães livre. O meia do Athletico-PR só não abriu o placar porque Marcelo Lomba fez mais uma defesa espetacular, quase à queima-roupa.


A entrada de Wellington Silva no lugar de Rafael Sobis, aos 20 minutos, melhorou ofensivamente o Inter. Logo após ingressar no jogo, o atacante criou pelo menos duas boas jogadas pelo lado esquerdo. No entanto, insuficiente para provocar chances de perigo ao gol adversário. Aos 29, Tréllez fez a parede e escorou para Rithely chutar, de forma previsível, nas mãos de Santos.


Na parte final, o time do Athletico-PR seguiu atacando o Inter. Aos 43 minutos, veio castigo. Vitinho fez boa jogada pela esquerda, se desvencilhou de Heitor e chutou cruzado no canto esquerdo de Marcelo Lomba, selando a vitória por 1 a 0.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer