Publicidades

31/03/2019 | 18:15 | Esporte

Inter vence o Caxias por 2 a 1 e larga em vantagem nas semifinais do Gauchão

Camilo e Jonathan Alvez marcaram os gols colorados; Foguinho fez o do time da Serra

Camilo abriu o placar no Estádio Centenário aos 31 minutos do primeiro tempo - Tadeu Vilani / Agencia RBS


Com um time formado por reservas, e reforçado por Marcelo Lomba e por Patrick, o Inter foi ao Estádio Centenário e venceu o Caxias por 2 a 1, em partida válida pela ida das semifinais do Gauchão. Em um jogo curioso, o Inter venceu graças a Marcelo Lomba, que fez quatro defesas cara a cara com os atacantes caxienses, e aos renegados Camilo e Jonatan Alvez, autores dos gols, e que sequer estavam inscritos no começo do Estadual.  


No próximo sábado (6), às 16h, o decisivo jogo de volta será no Beira-Rio. O Inter avançará às finais perdendo até por 1 a 0. Antes disto, porém, na quarta-feira,  receberá o River Plate em casa, em partida fundamental para que os colorados consigam encaminhar a vaga antecipada às oitavas da Copa Libertadores. 


Uma surpresa nos primeiros minutos no Centenário: o Inter levou vantagem e passou a controlar as ações ofensivas. Nos primeiros sete minutos, a equipe de Odair Hellmann já havia criado pelo menos três chances de gol. Ainda assim, a melhor foi do Caxias. Bruno Alves aproveitou um rombo na zaga colorada, invadiu a área e só não abriu o placar porque Marcelo Lomba é uma espécie de anjo da guarda da defesa colorada — e fez uma defesa arrojada.


O jogo ficou morno até os 30 minutos, quando as duas equipes resolveram acelerar de novo. Aos 31 minutos, Patrick cruzou em direção à pequena área e Camilo - dono de 1m74cm de altura — saltou às costas de Samuel Balbino para cabecear e vencer o goleiro Luis Cetin.


A vantagem colorada, porém, durou apenas dois minutos. O Caxias foi ao ataque. O mesmo Patrick que deu a assistência para o gol de Camilo, desarmou o atacante Júnior Juazeiro na entrada da área, mas se atrapalhou com Emerson Santos. Resultado: Foguinho roubou a bola e bateu cruzado, sem chances para Lomba. O 1 a 1 era mais condizente com o desempenho dos times no Centenário. 


No segundo tempo, Caxias e Inter passaram quase cinco minutos trocando passes sem efetividade alguma no meio-campo. Até que Foguinho lançou Eliomar às costas da zaga colorada. Talvez surpreso com a facilidade, o jogador do time da Seera se enrolou todo, tropeçou nas pernas, e não conseguiu concluir. Os atletas do Caxias pareciam orientados a chutar de fora da área. Mas as conclusões foram de tão longe, e tão ruins, que sequer representaram risco ao gol de Lomba.


A fim de deixar Caxias do Sul com a vitória, Odair mandou a campo Edenilson e lembrou da existência de Jonatan Alvez — que estreou na temporada. Em poucos minutos, o uruguaio deu dois passes que por pouco não acabaram em gols. Já o Caxias deixou de ganhar por incompetência. Pela terceira vez, a defesa colorada, em linha, falhou, e Marcelo Lomba salvou cara a cara com Bruno Soares. Não demorou para que a defesa colorada errasse de novo e, uma vez mais, Bruno surgiu sozinho para fuzilar Lomba, que salvou o Inter pela quarta vez. 


Aos 37 minutos, um lance que expôs ainda mais o erro da direção ao contratar Tréllez. Jonatan Alvez, até então relegado ao banco de reservas — e a nem isto, durante boa parte do ano —, em jogada individual invadiu a área e fez um golaço por cobertura, colocando o Inter praticamente na final do Gauchão.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer