Publicidades

26/12/2018 | 10:30 | Educação

As flores do campo desfilam na passarela

Desfile de moda marcou o encerramento do Projeto Agricultoras em Ação ? Grupo Flores do Campo, desenvolvido na comunidade de Esquina Araújo, Independência

SETREM/divulgação


Toda a graça, a força, a sensibilidade e a determinação da mulher do campo foram demonstradas em um desfile de moda realizado na comunidade de Esquina Araújo, em Independência. Na oportunidade, 33 agricultoras desfilaram com looks cedidos pelas Lojas Hoje e apresentaram as roupas elaboradas pelo curso de Design de Moda da Setrem, para o desempenho das suas atividades diárias.


O evento, realizado em 14 de dezembro, marcou o encerramento do Projeto Agricultoras em Ação – Grupo Flores do Campo, realizado pela Setrem, em parceria com o Sicredi Noroeste. Estavam presentes o vice-diretor de Ensino Superior da Setrem, Mauro Nüske, o gerente de Relacionamentos do Sicredi Noroeste, Chalimar Elwanger, a gerente da agência do Sicredi de Esquina Araújo, Elenice Rubiane Zingler Rossi, a gerente da Lojas Hoje de Três de Maio, Clarisse Boz, representando os parceiros do projeto, as docentes da Setrem Cleia Moraes (Agronomia) e Gabriela Ristoff (Design de Moda), acadêmicos e familiares das mulheres participantes do projeto.


Na primeira parte do desfile, elas apresentaram, na passarela, looks que demonstravam sua personalidade e singularidade, através de peças cedidas pela Lojas Hoje de Três de Maio. Em seguida, foi a vez de desfilarem com peças exclusivas, pensadas e produzidas por elas e para elas, com auxílio dos estudantes do curso de Design de Moda. “Considerando as necessidades abordadas pelas agricultoras, identificou-se, por exemplo, a importância de aventais curtos, para aquelas que necessitam de mais mobilidade e jalecos para aquelas que trabalham por mais tempo com a produção de alimentos. Além disso, também foram confeccionados adereços para a cabeça, como viseiras e chapéus, para quem trabalha exposta ao sol e touca para quem trabalha com extração de leite ou alimentação”, explica a coordenadora do curso, Gabriela Ristoff.


Projeto valoriza a mulher do campo


O projeto Agricultoras em Ação surgiu com o objetivo de valorização da trabalhadora rural, a agricultora, a mulher do campo. “No novo século muito se fala sobre o empoderamento da mulher e seu papel na sociedade, contudo, ainda temos muito a avançar nessa temática em qualquer meio, urbano ou rural”, comenta a coordenadora do projeto e professora da Setrem, Cleia Moraes. O desfile foi a etapa final do projeto, que apresentou o resultado do trabalho de diferentes profissionais que acompanharam essas mulheres durante nove meses.


No primeiro encontro, após muitas reflexões e conversas compartilhadas, foi definido o nome do grupo. “Com muita determinação e criatividade, elas sugeriram o nome Agricultoras em Ação: Flores do Campo’. Em complemento, as imagens definidas para agregar ao tema do rupo são as flores do campo, coloridas e belas em sua simplicidade, e a joaninha, que simboliza, para os agricultores, sorte em suas plantações”, compartilha a docente do curso de Psicologia Lissandra Baggio, que trabalhou esta sensibilização com ajuda de acadêmicas do curso.


Para a atenção aos problemas físicos, decorrentes do trabalho, as agricultoras praticaram exercícios ergonômicos e funcionais com a equipe de Kenny Gelain - Studio Pilates e Funcional. Outra atividade realizada e que teve muita intensidade entre o grupo foi o momento de registrar a graça e força que essas mulheres carregam consigo. Essa atividade foi a elaboração de um book fotográfico. Para esse momento o projeto contou com a equipe de Régis Klein Cabeleireiros e da equipe da Ivania MakeUp que fizeram unhas, cabelo e maquiagem nas participantes do projeto. Após a preparação, cada mulher foi registrada pelas lentes dos alunos do Curso Técnico em Comunicação Visual.


Algumas destas fotos estavam expostas durante o desfile. Cada uma das 33 participantes recebeu as imagens impressas para recordação deste momento único em suas vidas. “Quando elas se preparam para as fotos e se percebem lindas e mulheres empoderadas, quando elas entram na passarela como verdadeiras musas, cheias de autoconfiança, graça e leveza é um momento ímpar. Que bom que pudemos participar desse momento na vida dessas mulheres e que possamos ainda acompanhar esse grupo em várias outras conquistas”, destaca Cleia.


Acadêmicos com responsabilidade social


A coordenadora do projeto destaca que esse projeto, por sua característica interdisciplinar, com o envolvimento de vários cursos, proporciona a acadêmicos de diferentes áreas do conhecimento, vivências e experiências que serão únicas em sua formação. “Eles entram preparados para o mundo de trabalho como profissionais diferenciados, cidadãos e com responsabilidade social. Realmente é uma experiência que nos inspira e constrói conhecimentos que transformam nossa sociedade para melhor”, avalia.


Cleia Moraes adianta que, em 2019, as agricultoras três-maienses serão contempladas com o projeto, a partir de uma parceria interinstitucional que o grupo está traçando.

Fonte: Assessoria SETREM

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer