Publicidades

22/10/2018 | 23:17 | Esporte

Com gol contra de Fabiano, Inter empata com o Santos no Beira-Rio

A equipe de Odair Hellmann jogou bem, mas deu bobeira e ficou no 2 a 2 com o time de Cuca

Leandro Damião disputa bola com jogadores do Santos - Jefferson Botega / Agencia RBS


A caçada ao Palmeiras sofreu uma parada. Com o empate em 1 a 1 do Inter com o Santos, a equipe de Odair Hellmann caiu para a terceira colocação do Campeonato Brasileiro, perdeu a vice-liderança para o Flamengo, e viu o Palmeiras abrir cinco pontos de vantagem.


Tudo isso sob os olhares de Tite, que assistiu ao jogo de um dos camarotes do estádio. Nesta sexta-feira, o Inter volta a campo. Enfrentará o desesperado Vasco, em São Januário. Já no sábado, o Palmeiras terá pela frente o Flamengo, no Maracanã.


Quem visse os primeiros minutos de jogo pensaria que o Santos jogava em casa. Tamanha a naturalidade do time de Cuca para enfrentar o Inter. O Santos tinha o controle do jogo e permitia ao Inter lances esporádicos no ataque. Para quem tinha em casa a primeira de "nove finais" de campeonato, os jogadores colorados pareciam anestesiados em campo. Leandro Damião e Nico López tentavam carregar o ataque à frente, mas o esforço não era suficiente contra a defesa santista.


Foi em um contra-ataque que o Santos por pouco não marcou. Gabigol concluiu por cobertura e Marcelo Lomba, uma vez mais, fez uma defesa salvadora, desviando a bola com a ponta dos dedos. Depois desse lance, Lomba precisou ser atendido, devido a dores na perna direita. Eram 23 minutos de jogo e o Santos seguia confortável em Porto Alegre. 


Quase ao final do primeiro tempo, o Inter foi ao ataque. Com a defesa. Víctor Cuesta avançou e cruzou na área, Edenilson entrou na corrida, desviou de cabeça, e Vanderlei fez grande defesa, salvando o Santos. Mas o Inter havia acordado. Aos 43 minutos, após uma tabela de Patrick com Edenilson, o camisa 8 invadiu a área e deu um leve toque, fazendo com que a bola passasse sobre Vanderlei, mas, antes que a bola entrasse, Luiz Felipe salvou com o pé, a bola voou para a pequena área onde Leandro Damião surgiu para cabecear a fazer o 1 a 0. Uma vez mais, a lei do ex funcionou. Damião, cujos direitos econômicos ainda pertencem ao Santos, havia marcado o seu 100º gol pelo Inter contra o antigo clube, na Vila Belmiro. O 106º foi em cima do Santos, no Beira-Rio. 


O primeiro tempo correu para o fim com Damião quase ampliando para 2 a 0. O Inter havia se reencontrado com o jogo.


Na segunda etapa, a vitória se transformou em empate logo aos cinco minutos. Gabriel fez jus ao apelido de Gabigol, ao receber na esquerda, dar alguns passes área adentro e bater em curva, sem chances para Lomba: 1 a 1. A resposta colorada foi imediata. Mas, dessa vez, Vanderlei ganhou de Damião. Cara a cara com o goleiro, o centroavante bateu fraco. 


O Inter voltou à carga. Pediu pênalti de Sanchez em Cuesta, que não foi marcado pela arbitragem. Na sequência do lance, a bola sobre para Damião, que marcou o gol, e foi anulado, por impedimento. A jogada causou um grande debate entre a arbitragem. Ricardo Marques Ribeiro consultou todos os seus auxiliares, e manteve a anulação do gol colorado.


Com a retomada da partida, mais de cinco minutos depois, não demorou para que o Inter fizesse o 2 a 1. Em uma jogada brilhante, de gol a gol. D'Alessandro pegou o rebote de Damião, em um escanteio santista, tocou para Edenilson, que tocou para Nico, que correu como se estivesse fugindo da morte, e passou para Patrick, invadir a área e bater de primeira: um gol supersônico.


Aos 33 minutos, uma trapalhada fez com que o Santos empatasse de novo. Lomba fez uma defesa parcial, saiu catando a bola, mas Fabiano e Dourado se atrapalharam ao tentar protegê-la e, acossado por Gabriel, Fabiano acabou marcando contra: 2 a 2. E o Inter não teve mais forças para pular na frente do placar uma vez mais. O empate agora coloca mais um rival na briga pelo título, que parece mais distante com Palmeiras a cinco pontos na frente, e com o Flamengo na vice-liderança.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer